segunda-feira, 9 de março de 2009

Treinamento de Professores

Michele C. Paiva nos enviou este material. Obrigada Michele!!!

Princípios do Ensino e do Aprendizado - RESUMO

O nosso tema é ensinar e aprender o evangelho de Jesus Cristo, tanto na sala de aula quanto no lar. Todos nós, líderes, professores, missionários e pais temos um desafio que nos foi dado pelo Senhor de, durante a vida inteira, ensinar e aprender as doutrinas do evangelho como nos foram reveladas. Para ser um bom professor, vocês também devem ter o desejo de aprender. Não existe somente um método que funcione para todos os professores ou situações. O Espírito é essencial para nos guiar em nossa própria preparação, experiência, personalidade, conhecimento e testemunho em cada situação específica de ensino.

O Uso das Escrituras
Élder Perry: Qual é a importância de utilizar as escrituras no ensino?
Presidente Packer: Sempre contei com as escrituras. O melhor exemplo de ensino e como ensinar, o melhor modelo para ensinar métodos, a despeito do tópico, que é o evangelho,
é o Senhor e Seus ensinamentos. É por isso que não gosto de ir ao púlpito nem ficar diante de uma classe sem minhas escrituras nas mãos. Tenho-as aqui comigo hoje.

Orar pelo Dom de Ensinar
Élder Perry: Que conselho daria aos novos conversos antes de receberem seu primeiro chamado como professores?
Presidente Packer: Diria a eles que são capazes de fazê-lo. Todo mundo consegue ensinar. Eu os aconselharia a orar pelo dom de ensino. Você sabe, o Livro de Mórmon fala sobre dons e delineia vários deles, entre os quais o de ensinar o evangelho pelo Espírito (ver Morôni 10:8–10). Quando li isso anos atrás, pensei: “Esse é um dom que eu quero, ser capaz de ensinar pelo Espírito”. Descobri lendo as escrituras que você precisa pedir para recebê-lo — pedi, e recebereis — então eu diria a essas pessoas que continuassem a pedir e a buscar, “e encontrareis” (ver Mateus 7:7; 3 Néfi 27:29), e que o dom precisa ser merecido, mas ele virá.

Buscar o Espírito
Élder Perry: O que os professores devem fazer para assegurar-se de ter o Espírito ao ensinarem?
Presidente Packer: Você tem de viver dignamente e tem de pedir ajuda. E você pode pedir ajuda se for pai ou mãe. E depois, tem de guardar os mandamentos e orar constante e incessantemente pela capacidade e pela inspiração para saber o que fazer, e quando fazê-lo. O evangelho é muito prático. Talvez você seja uma pessoa mais velha que pensa ter terminado seu ministério, ou talvez um jovem que tem medo de tudo, ou uma mãe que está muito atarefada com os filhos, ou um pai que está preocupado, mas você é capaz de ensinar e pode orar e pode ser guiado. E você o fará. Você será abençoado pelo Senhor, prometo-lhe isso. Quando o Senhor ensinava, sempre lidava com coisas que Seus ouvintes conheciam. Quando ensinou a parábola do semeador (ver Mateus 13:3–8) — e essa era uma coisa que dizia respeito a eles — não é apenas possível, mas muito provável que, um mês depois de ter ensinado a parábola do semeador (e falado sobre sementes atiradas em uma terra cheia de pedras e numa boa terra), um daqueles que o ouvira estaria plantando e, ao ver as sementes em sua mão, recordaria a lição. Se você utilizar parábolas, histórias e ilustrações, elas estarão vivas quando os alunos não estiverem na classe. E Seu método era notavelmente simples. Em certas ocasiões Ele era razoavelmente severo, mas sempre no nível de entendimento deles. O ensino é um chamado sagrado, um chamado consagrado. O que acho que diria aos professores é que eles nunca ensinam sozinhos. Eles não precisam estar sozinhos. O Senhor prometeu isso nas escrituras. Não sei como ensinar o evangelho sem oração constante. Você pode fazer uma oração em voz alta, mas também pode ter uma oração no pensamento. Muitas vezes quando ensino um grupo ou uma classe, eu oro em silêncio. “Como ajudá-los a compreender?” E não sei como fazê-lo, a menos que tenha esse poder ao meu alcance.

A Responsabilidade de Ensinar
Élder Perry: O ensino é essencial em todas as atividades da Igreja. Quem tem a responsabilidade de se preparar para ensinar?
Presidente Packer: Todo mundo é professor — o líder é um professor; o seguidor é um professor; o conselheiro é um professor; os pais são professores — então temos a responsabilidade de ensinar por conta própria, de aprender os princípios do ensino. O Senhor estabeleceu Sua Igreja para que todos façamos tudo na Igreja. Há uma declaração em Doutrina e Convênios que diz “que todo homem, porém, fale em nome de Deus, o Senhor, (...) o Salvador do mundo” (D&C 1:20).

Ensinar pelo Espírito
Élder Perry: Presidente, como você consegue fazer com que o Espírito na sala de aula vá do professor para os alunos de tal maneira que seja uma experiência significativa para eles?
Presidente Packer: Primeiro, eles precisam saber que você os ama, que quer ensiná-los, e aí você precisa comunicar-se no mesmo nível deles. Não podemos falar sobre coisas acima de seu entendimento — mesmo no evangelho — sobre assuntos com os quais eles não se identificam. Não foi assim que o Senhor fez. O Senhor caminhou com eles e conversou com eles sobre o cotidiano, e Seus ensinamentos estavam sempre no mesmo nível deles. Se temos algo a ensinar-lhes, eles realmente querem aprender. Muitos professores acham que têm que preparar palavra por palavra o que vão dizer. Sim e não. Essa preparação inclui deixar a apresentação flexível o bastante para envolver os alunos, para fazer com que façam perguntas e participem. Você precisa deixar espaço para a inspiração. Temos no Espírito Santo um ponto de inspiração para a nossa memória.
Sinta-se à vontade para fazer perguntas durante a aula. Você não pode dar algo que não tenha conseguido, da mesma forma que não pode retornar de um lugar para onde não foi. Por isso, você precisa do Espírito. ■

Leia com elas o primeiro parágrafo. Divida os outros parágrafos entre as professoras para leitura. Debata cada um deles com elas, pedindo que contem experiências e falem o que entenderam, sobre idéias que possam surgir, etc. Conte experiências pessoais sobre cada parágrafo e preste testemunho para que todos saibam que quando seguimos os conselhos dos líderes, nos saímos bem.

4 comentários:

Kelle Cristine da Silva disse...

Conheço a Michele e quero parabenizá-la pela idéia, abços.


aalvarompe.blogspot.com

F.U.G - SP - Brasil disse...

Oi gente!!
Vou usar esse texto para o treinamento que terei que dar pras professoras ainda este mes, mas preciso saber qual é a fonte (qual liahona, qual treinamento de liderança).
Voces tem essa informação?!?
Obrigada pela ajuda

abs

Simone disse...

Fê, infelizmente não tenho a fonte. Vou enviar um e-mail para a Michele perguntando. Beijos

karen ribeiro disse...

michele C PAIVA VC EH OTIMA PARABENS!!!